Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A imagem de Nossa Senhora da Penha

Nossa Senhora da Penha

A imagem de Nossa Senhora da Penha, que Frei Pedro Palácios encomendara a um amigo de Lisboa, aqui chegou possivelmente em fins de 1569, participando, a 30 de abril de 1570, da primeira festa da Penha, promovida pelo pio franciscano.

"Tem de altura 76 centímetros. O porte é de uma nobreza, graça e naturalidade inimitáveis. A expressão é de uma doce melancolia. Em qualquer ponto da capela-mor, em que o espectador se coloque, parece atraí-lo o terno olhar da Santa, que assim corre as vistas por todo o recinto, como a mãe afetuosa em busca dos filhos. [...] Passa por certo que, todas as vezes que qualquer sacerdote celebra missa no seu altar, encarando esta imagem, sente como uma chispa elétrica incendiar-lhe a alma." [Maravilhas, p. 69]

"Segundo reza a lenda, Frei Pedro de Palácios encomendara a um amigo residente em Lisboa a troca de uma imagem da Senhora da Penha do vulto e adorno indicado na carta, ou representado em rascunho. O amigo esquecera-se de encarregar a um imaginário de fazer a sacra figura a fim de ser remetida no navio procedente desta capitania em 1569, e que brevemente teria de regressar.

"De maneira que, quando não havia mais tempo de ser prontificada para ser enviada nessa ocasião, foi que o negociante lisboeta recordou-se do conteúdo da carta, pesaroso de não poder remediar o esquecimento. Na véspera, porém, da viagem do dito navio, apresentou-se-lhe um indivíduo desconhecido com a imagem, dizendo-lhe ser a que tivera ordem de fazer, e entregar, a qual correspondia exata e admiravelmente à medida e mais circunstâncias da encomenda." [Maravilhas, p. 70]

A mesma lenda é assim relatada por Pizarro [volume II, p. 14]: "É a imagem da Senhora (de vulto) de três palmos e um terço de alto, e a mesma que, encomendada por Frei Pedro, foi trazida de Lisboa, sem constar quem fosse o seu construtor, pois que, esquecendo-se o incumbido dessa diligência de fazer aprontar a encomenda a tempo, nas vésperas de partir a embarcação em que a devera levar, foi-lhe oferecida em sua casa a imagem, e tudo conforme à estampa, que dera na Capitania o sobredito Frei Pedro, para se executar em madeira."

E foi assim que, numa das naus que zarparam de Lisboa em 1569, rumo ao Brasil, nos veio a preciosa encomenda de Frei Pedro Palácios - a imagem da Virgem da Penha, que surgira de um milagre, e que em milagres floresceria, pelos séculos em fora, nas abençoadas terras do Espírito Santo.

 

Fonte: História Popular do Convento da Penha, 3ª edição 2008
Autor: Guilherme Santos Neves
Compilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2016

Convento da Penha

Milagres da Penha - Os soldados da Virgem

Milagres da Penha - Os soldados da Virgem

Foi em 1640, por ocasião da segunda invasão os holandeses na então capitania do Espírito Santo

Pesquisa

Facebook

Matérias Relacionadas

Guia do Romeiro de Nossa Senhora da Penha

Portão Velho - Foi construído em 1774. Por ele se entra na histórica "LADEIRA DAS SETE VOLTAS", primitivo caminho para o alto da montanha

Ver Artigo
Oração do Romeiro

Virgem da Penha, minha Senhora e minha Mãe, subo ao vosso Santuário para ver a vossa Imagem, contemplar a vossa Face, para vos louvar a amar

Ver Artigo
Frei Pedro Palácios - Predestinação

Foi assim que, no ano de 1558, desembarcando no porto de Vila Velha, pisou Pedro Palácios as terras capixabas

Ver Artigo
Resumo histórico do Convento da Penha

Resumo com os principais acontecimentos históricos do Convento da Penha

Ver Artigo
Novena em Louvor de Nossa Senhora da Penha

ORAÇÃO PREPARATÓRIA (para cada dia da novena) 

Ver Artigo