Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Escadaria São Diogo - (ex-ladeira da Pedra)

Pedreira onde foi construída a Escadaria São Diogo, 1942

Mandada construir pelo prefeito Américo Poli Monjardim, situa-se em local anteriormente denominado ladeira  da Pedra, tendo a seu lado o Edifício Antenor Guimarães, de seis andares, concluído em 1940. Foi por alguns anos a construção mais alta de Vitória.

Antes, para se chegar à cidade alta por ali, subia-se estreita escada, irregular, chamada, não sei como, Rua Teixeira Couto, por onde se tinha acesso ao Hotel Fluminense.

No ponto em que se encontra a atual escadaria, existiu o Forte de São Diogo, construção que datava do século XVIII.

 

Fonte: Logradouros Antigos de Vitória, 1999
Autor: Elmo Elton
Compilação: Walter de Aguiar Filho, maio/2012

Bairros e Ruas

Rua Adão Benezath (ex-rua do Cruzeiro) – Por Elmo Elton

Rua Adão Benezath (ex-rua do Cruzeiro) – Por Elmo Elton

Parte desta rua foi prejudicada com a abertura da rua (ex-ladeira) Dom Fernando. Situa-se ao lado do outeiro onde se erguia o Convento de São Francisco, terminando na ladeira da Tapera

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Rua Marcelino Duarte – Por Elmo Elton

Das casas comerciais de que dispunha esta artéria citam-se a Casa Madame Prado e também o Clube de Regatas Álvares Cabral, todos dando frente para a Praça Costa Pereira 

Ver Artigo
Rua Cosme Rolim – Por Elmo Elton

Começa ao lado da igreja de São Gonçalo e termina na Rua Francisco Araújo

Ver Artigo
Rua São João Gonçalo – Por Elmo Elton

Começa na Praça João Clímaco e termina no adro da igreja de São Gonçalo. Teve calçamento pé-de-moleque até princípios da década de 30 

Ver Artigo
Rua Luís Antônio – Por Elmo Elton

Luís Antônio da Silva foi, segundo Basílio Daemon, "o principal doador e fundador da Santa Casa de Misericórdia, que lhe conserva o retrato, pintado a óleo, em uma de suas salas"

Ver Artigo
Av. Marcos de Azevedo (ex-avenída José Carlos) – Por Elmo Elton

A partir do governo de Jerônimo Monteiro, essa artéria se enfeitou de belas residências, dentre as quais o palacete de Anísio Fernandes Coelho, construído em 1914

Ver Artigo