Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Ano de 1847 – Por Basílio Daemon

Santa Izabel - início do século XX

1847. É fundada neste ano na província a Colônia de Santa Isabel, com 163 colonos chegados na sumaca Rodrigues, de propriedade de Antônio Joaquim Rodrigues, sendo-lhes concedidas terras com 200 braças de testada e 600 de fundos.(550) Esta colônia foi posteriormente emancipada e elevada à categoria de freguesia pela Assembleia Provincial.

Idem. É criada neste ano, por lei provincial nº 6, a cadeira de primeiras letras da então Colônia de Santa Isabel.(551)

Idem. É criada pela lei provincial nº 13, de 29 de julho deste ano, a cadeira de primeiras letras da freguesia de Carapina, sendo nomeado vitaliciamente em fevereiro do ano seguinte o professor Joaquim Ribeiro Lima, que faleceu a 23 de janeiro de 1856, sendo nomeado a 5 de abril deste ano para aquele lugar efetivamente o padre-mestre Francisco Antunes de Siqueira Filho, que obteve demissão a 8 de novembro do mesmo ano, sendo então provisoriamente nomeado a 18 do mesmo mês e ano o padre Ovídio José Goulart de Souza, que exerceu o magistério até 10 de maio de 1857, por ser nomeado efetivamente aos 11 do mesmo mês e ano Aires Loureiro de Albuquerque Tovar, aprovado plenamente no concurso a que apresentou-se, sendo aposentado por moléstia a 16 de maio de 1873; sucedeu-lhe logo, interinamente, Fernando Pinto Ribeiro que efetivamente foi provido a 2 de novembro de 1874, por ter sido aprovado nas matérias regulamentares da instrução pública, estando até o presente exercendo o lugar. Há ainda naquela freguesia uma escola do sexo feminino e duas mais no Pitanga e em Manguinhos que estão providas.

Idem. É aprovado neste ano o compromisso da Irmandade do SS. Sacramento da Matriz desta capital,(552) e reedificada e ornamentada a respectiva capela.

Idem. É copiada por esforços do ex-presidente desta província José Joaquim Machado de Oliveira uma planta do litoral da província, desde o rio Jucu até o rio Doce, com a demonstração de alguns rios e a estrada projetada para Minas, oferecendo-a a esta província.(553)

 

550 (a) “...e dentro em pouco tempo 163 colonos alemães foram enviados pelo Exm. ministro do Império, e ora trato de estabelecer uma colônia na parte da referida estrada, além de Viana uma légua e meia, pouco mais ou menos, com a denominação de colônia de Santa Isabel.” [Relatório do presidente da província do Espírito Santo o doutor Luís Pedreira do Couto Ferraz na abertura..., 23 de maio de 1847, Colonização Estrangeira, p. 37] (b) “...fundada em 1847, por ordem do governo, pelo então presidente da província, o conselheiro Luís Pedreira do Couto Ferraz, com 38 famílias (163 pessoas no total) da Prússia Renana.” [Tschudi, Viagem, p. 61]

551 Lei provincial nº 6, de 20 de junho de 1847, Art. 1º: É criada a cadeira de primeiras letras da Colônia de Santa Isabel.

552 (a) Lei provincial nº 9, de 20 de julho de 1847, Art. 1º: Fica aprovado o termo de compromisso com a Irmandade de SS. Sacramento e reedificação da respectiva capela.

553 Relatório do presidente da província do Espírito Santo o doutor Luís Pedreira do Couto Ferraz na abertura..., 23 de maio de 1847, Estradas de Comunicação com a província de Minas Gerais, p. 64-6. 

 

Nota: 1ª edição do livro foi publicada em 1879
Fonte: Província do Espírito Santo - 2ª edição, SECULT/2010
Autor: Basílio Carvalho Daemon
Compilação: Walter de Aguiar Filho, novembro/2018

Cidades do ES

Roteiros de Santa Maria de Jetibá

Roteiros de Santa Maria de Jetibá

Santa Maria de Jetibá, município colonizado por imigrantes pomeranos e que ainda preserva toda a cultura e história de um povo que, no século XIX, escolheu o Brasil para estender os seus costumes e tradições

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Iconha surge de Benevente - Por Luciana Maximo

Era um pequeno povoado, com casas muito simples, feitas de madeira, onde é Piúma, haviam mais pessoas

Ver Artigo
Iconha

O Município de Iconha, localizado na BR 101, região de montanha do ES, teve início nas povoações de Piúma, no vale do rio Orobó, fundadas pelo Padre José de Anchieta

Ver Artigo
Iconha - Crônica de Rubem Braga (1951)

Mas Iconha me encanta pelo seu milagre pastoril. A pracinha é dominada por um morro alto, muito verde, cortado diante de nós por um talude de terra vermelha

Ver Artigo
A política e o coronelismo em Iconha - Por Luciana Maximo

O Jornal conversou com Aldieris Braz Amorim Caprini, que cedeu alguns artigos de sua tese de mestrado que descreve com detalhes a história política do município de Iconha

Ver Artigo
Vila do Riacho - Por Maurilen de Paulo Cruz

A origem da Vila do Riacho se situa em 1800, quando foi instalado um quartel na confluência dos Rio Riacho e Comboios, pelo Capitão-mor Antônio Pires da Silva

Ver Artigo