Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Esta nossa ilha do alto

Foto de Guilherme Santos Neves sobrevoando de teco-teco o Convento da Penha em 1953

Verão. Manhã de domingo. Velha aspiração de conhecer vitória, e arredores, de avião. Desejo de praticar a fotografia aérea, iniciada há trinta anos, em nossa capital, pelo Serviço Naval, como comprovam números antigos de Vida Capichaba, e continuada por um punhado de fotógrafos, entre os quais destacamos Hugo Musso, com dois flagrantes de rara felicidade.

O teco-teco de nosso Aeroclube vai partir. Convite amável do instrutor Monteiro, e eis-nos, câmera a postos, prontos para levantar vôo.

Que dá medo, dá... Mas vale a pena.

Aqui o Convento da Penha! A primeira foto, que não publicamos, foi tirada quase dentro do templo, após uma reviravolta do aparelho, e um frio no estômago do fotógrafo. A outra aí está – o venerável Convento em toda a sua glória, guardião de nossa terra e de nossa gente.

Depois da prova do dinamismo do capixaba, e do esforço ciclópico de seu governo – Bento Ferreira e a Esplanada da Capixaba passam diante de nós rapidamente, em visão magnífica.

E o Centro da cidade aparece, a seguir, depois da curva do Forte de São João, estrangulando em sua vontade de progresso, conseguindo o que deseja, subindo talvez Nova Iorque do sul no futuro núcleo quatricentenário, agora galvanizado pelo ideal de progredir. O leitor dirá que se o fotógrafo foi feliz em sua investida pelos ares.

Mais não fez nosso enviado especial às nuvens.

Nesta altura dos trabalhos a máquina já disparava sozinha. E as chapas seguintes, frutos de um cameraman tonto, suado e trêmulo, por surrealistas, foram recusadas pelo nosso Dr. Pimenta.

E não contem mais com o GSN para fotografar esta ilha... do alto.

 

Fonte: História Popular do Convento da Penha
Autor: Guilherme Santos Neves, Vitória/2008. Ano 450, aniversário da chegada de Frei Pedro Palácios ao Espírito Santo
Nota: GSN - Iniciais de Guilherme Santos Neves
Coopilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2012 

Convento da Penha

Origem de relíquia desafia os especialistas

Origem de relíquia desafia os especialistas

Num penhasco com vista e natureza privilegiada está localizado o Santuário de Nossa Senhora da Penha, fundado por Frei Pedro Palácios que aqui chegou em 1558, trazendo consigo o Painel de Nossa Senhora das Alegrias cuja a autoria ainda não foi desvendada. No entanto, a filiação do quadro à escola de pintura de Castela é uma chave para se interpretar alguns elementos da sua composição.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

As Terras do Convento – Por Nobertino Bahiense

O documento de doação feita pela Governadora da Capitania do Espírito Santo, Da. Luísa Grinalda, desde a longínqua data de 6 de dezembro de 1591

Ver Artigo
A Arquitetura do Convento da Penha, pela voz de um técnico americano

O Alpendre, que, avançando, projeta ao espaço, por assim dizer, a sobriedade das linhas retas e formas sólidas das paredes da fachada

Ver Artigo
O Roubo de 1925 ao Convento da Penha - Por Norbertino Bahiense

O Convento foi assaltado e roubado por mãos criminosas que levaram o manto, a coroa e as jóias da imagem de Nossa Senhora da Penha

Ver Artigo
Pedro Palácios – Por Solimar de Oliveira

Ave, condor da fé, que aos píncaros supremos elevastes, a arder na religiosa unção

Ver Artigo
O Saque Holandês – Por Norbertino Bahiense

Conta ainda Frei Basílio, citando Jaboatão, que "um dos holandeses tentou tirar o anel precioso do dedo de Nossa Senhora

Ver Artigo