Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Lei Eusébio de Queirós

Navio Negreiro

Depois de muito resistir e sofrer diversas agressões à sua soberania, o Brasil cedeu às pressões inglesas. Os deputados do Parlamento Brasileiro, após anos de discussão inflamados contra a prepotência inglesa, voltaram e aprovaram a Lei Eusébio de Queirós, em 1850. Ficou determinada a ilegalidade do tráfico negreiro.

Entretanto, não se extingue um costume tricentenário com uma simples lei. Por algum tento, o litoral do Espírito Santo continuou sendo uma zona de desembarque de tumbeiros. O contrabando foi necessário para abastecer regiões que tradicionalmente usavam a mão de obra escrava, como São Mateus, e também as novas fronteiras agrícolas do vale do Rio Itapemirim. Foi exatamente 3m 1850, ano da Lei Eusébio de Queirós, que a produção de café começou a ganhar destaque no sul da província.

Navios negreiros foram aprisionados na Barra do Itapemirim e em São Mateus, nos anos de 1852 e 1856. O interessante é que a embarcação confiscada em São Mateus era inglesa – Mary Smith – e transportava 350 negros.

Enseadas obscuras de Vitória, Guarapari e Piúma também serviam como ancoradouros de pequenas embarcações que traficavam gente.

Complementando as transações legais, internacionais, o “comercio ilícito” continuava abastecendo ao latifúndios com “peças” para trabalho agrícola.

 

Fonte: José P. Schayder - História do Espírito Santo, Uma aborgdagem didática e atualizada 1535-2002
Compilação: Walter de Aguiar Filho, setembro/2011

História do ES

Ano de 1866 – Por Basílio Daemon

Ano de 1866 – Por Basílio Daemon

Revoltam-se os escravos da Fazenda da Safra, de propriedade da viúva D. Josefa Souto, causando horrível pânico às vilas de Itapemirim e Cachoeiro 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Viajantes Estrangeiros no ES - Auguste de Saint-Hilaire

Augustin François César Prouvencial, segundo o nome de batismo, ou Auguste de Saint-Hilaire,

Ver Artigo
Viajantes Estrangeiros ao ES – João Théodore Descourtilz

Existe uma edição em português da "Ornitologia Brasileira ou História Natural das Aves do Brasil", lançada pela Kosmos, em 1944

Ver Artigo
As aldeias e os jesuítas no ES – Por Celso Perota

Um tema que está para ser estudado com maior profundidade é a atuação dos jesuítas na Capitania do Espírito Santo

Ver Artigo
O território do ES entre 1700 e 1800

Entre 1700 e 1800 o Espírito Santo perdeu a porção de território compreendida entre os rios Mucuri e Doce

Ver Artigo
Juízes de direito na Província do Espírito Santo

Reunimos, pois, sob a forma de uma sinopse, aquilo que pode demonstrar à evidência a província do Espírito Santo, baseando assim em documentos e em trabalhos de própria lavra e que aqui descrevemos

Ver Artigo