Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Inauguração da Luz Elétrica

Fonte: Vila Velha seu passado e sua gente, 2002 - Capa: Denilson Coelho

A cidade, quase sempre tão sonolenta nos dias comuns, naquele sábado, entretanto, regurgitava de vida. O assunto luz elétrica era comentado por todos. Os vizinhos conversavam por cima das cercas divisórias dos quintais. Nas quitandas, nos botequins e nos armazéns de secos e molhados o assunto era sempre o mesmo. Inúmeras casas, principalmente as das pessoas com maiores recursos financeiros, já estavam com suas instalações concluídas. Pouquíssimas famílias encomendaram lustres para as salas de visitas. A maioria, porém, sem condições financeiras, contentava-se com enfeites coloridos de papel crepom, em forma de arcos, adaptados aos pendentes das lâmpadas.

Meses antes, o trabalho de desembarcar da barcaça os postes de madeira e os rolos de fio era motivo de aglomeração dos curiosos no cais da Prainha. Logo a notícia se espalhava e os comentários tomavam corpo nos bares, nas portas das quitandas, no interior dos armazéns ou nas esquinas das ruas. Muitos ainda tinham dúvida e só acreditavam depois que iam ao local onde o material era empilhado.

- Agora sim, Vila Velha vai crescer. - diziam alguns, antevendo o progresso da cidade.

Outros, porém, mais idosos, não viam com bons olhos a chegada da luz elétrica. Receavam que o progresso pudesse atrair pessoas nocivas que colocariam em risco o sossego da cidade.

Assim que os operários fincavam os primeiros postes nas ruas e estendiam os fios sob a orientação de um engenheiro, algumas pessoas, movidas por curiosidade, aproximavam-se dos trabalhadores para ver de perto a execução do serviço e dar palpites quando podiam.

Humildes mulheres arrastavam seus filhos para longe do local em que os fios eram espichados, temerosas de que as crianças fossem vítimas de choques elétricos.

- Não há qualquer perigo. A rede ainda não está ligada a Vitória - informavam os mais esclarecidos.

- Num sei não! Me disseram que é muito perigoso. Além do que, criança não deve ficar perto de gente grande que está trabalhando.

Em Vitória, algumas pessoas espantavam-se ao ver um cabo de aço estendido entre o Morro Forte São João e o alto do Penedo, passando sobre o mar. Não sabiam que era um cabo de sustentação dos fios que levariam a luz para Vila Velha.

Para muitos a luz elétrica não representava novidade, pois haviam tido a oportunidade de ver Vitória iluminada. Vários moradores de Vila Velha trabalhavam na Capital e só à noite retornavam a casa nas lanchas a vapor Carlos Alberto, Luíza e Santa Cruz. faziam o transporte de pessoas e cargas, entre a ilha e o continente. O importante, entretanto, era o conforto que o novo e moderno sistema de iluminação ia proporcionar ao povo.

A inauguração da luz elétrica em Vila Velha deu-se em 30 de julho de 1910.

 

Fonte: Vila Velha seu passado e sua gente, 2002
Autor: Dijairo Gonçalves Lima
Compilação: Walter de Aguiar Filho, novembro/2010 

História do ES

Governo Florentino Avidos (1924-1928)

Governo Florentino Avidos (1924-1928)

Duas pontes que construiu, ligando Vitória ao continente e sobre o rio Doce, em Colatina, são marcos decisivos no progresso do Espírito Santo 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Juízes de direito na Província do Espírito Santo

Reunimos, pois, sob a forma de uma sinopse, aquilo que pode demonstrar à evidência a província do Espírito Santo, baseando assim em documentos e em trabalhos de própria lavra e que aqui descrevemos

Ver Artigo
O recrutamento do Ururau - 1827

Gravíssimo incidente abalou o Espírito Santo quando da passagem, pelo porto de Vitória, do brigue de guerra Ururau, em 1827

Ver Artigo
O Espírito Santo na 1ª História do Brasil

Pero de Magalhães de Gândavo, autor da 1ª História do Brasil, em português, impressa em Lisboa, no ano de 1576

Ver Artigo
Dia do Capixabismo – Por Francisco Aurélio Ribeiro

O dia de hoje deveria ser feriado estadual e não apenas municipal. O capixaba tem baixa auto-estima e pouco sabe de sua história e de sua cultura

Ver Artigo
Mês da Colonização do Solo Espírito-Santense

O site Morro do Moreno irá publicar matérias especiais sobre a Colonização do Solo Espírito Santense, comemorado em 23 de maio

Ver Artigo