Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando desde 2000 a Cultura e História Capixaba

Vitória de muitas Pontes – Por Anilton Candido Trancoso

Ponte Seca, Vila Rubim - 1970

Debaixo do céu desta ilha, rolam algumas pontes

com passagens para avenidas e cidades.

 

Perto desta ilha, de príncipe e mercado

tem uma ponte,que por entre a exuberância de suas ferragens

guarda segredos, fechados a cinco pontes.

 

Nesta ilha de penedo e vento sul

tem uma ponte, onde corre o herói de fórmula um,

tem uma Ponte Seca, sem rio nenhum

tem Ponte da Passagem, Segunda Ponte

Terceira Ponte.

Todas primeiríssimas, unindo nossos braços de mar,

nossas almas pacíficas e atlânticas.

Assim, caminha Vitória,

de qualquer canto que se aponte,

sempre veremos uma ponte;

 

Fonte: Escritos de Vitória, 27 - Pontes, 2010
Autor: Anilton Candido Trancoso
Compilação: Walter de Aguiar Filho, maio/2020

Literatura e Crônicas

Silk, o filho de Gandhi - Por Sérgio Figueira Sarkis

Silk, o filho de Gandhi - Por Sérgio Figueira Sarkis

Alugou loja na Rua do Rosário, quase esquina com a então Avenida Capixaba — hoje, Avenida Jerônimo Monteiro

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Ano Novo - Ano Velho - Por Nelson Abel de Almeida

O ano que passou, o ano que está chegando ao seu fim já não desperta mais interesse; ele é água passada e água passada não toca moinho, lá diz o ditado

Ver Artigo
Ano Novo - Por Eugênio Sette

Papai Noel só me trouxe avisos bancários anunciando próximos vencimentos e o meu Dever está maior do que o meu Haver

Ver Artigo
Cronistas - Os 10 mais antigos de ES

4) Areobaldo Lelis Horta. Médico, jornalista e historiador. Escreveu: “Vitória de meu tempo” (Crônicas históricas). 1951

Ver Artigo
Cariocas X Capixabas - Por Sérgio Figueira Sarkis

Estava programado um jogo de futebol, no campo do Fluminense, entre as seleções dos Cariocas e a dos Capixabas

Ver Artigo
Vitória Cidade Presépio – Por Ester Abreu

Logo, nele pode existir povo, cidade e tudo o que haja mister para a realização do sonho do artista

Ver Artigo