Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O sonho de Frei Pedro Palácios – Por Maria Stella de Novaes

Primeira capela no alto da Penha. Pictorio Imaginativo - Desenho: Luiza Celina Valderato

Muitas são as lendas que saturam de poesia a vida de Frei Pedro Palácios, o irmão leigo franciscano, que trouxe, da Europa, a devoção a Nossa Senhora da Penha, para o Brasil.

Conta-se, por exemplo, que, em Portugal, quando servia no Convento de Arrábida, teve um sonho maravilhoso: — Sentiu-se transportado para a Capitania do Espírito Santo, onde, sobre um penhasco, no cimo de um monte, deviam existir duas palmeiras, que indicavam o roteiro aos navegantes. Guardavam um lugar privilegiado, para a construção de uma ermida consagrada a Nossa Senhora da Penha, devoção muito divulgada, na Península Ibérica, naquele tempo.

Levado ainda, em sonho, para o rochedo singular, observou, de lá, que um anjo descia do Céu e salvava numerosas almas, que se afogavam, num pântano. Agarrava-as, pelos cabelos.

Ao despertar, sentiu que estava traçada a missão que devia cumprir na terra brasileira: — erguer uma ermida à Senhora da Penha e trabalhar, com a palavra e o exemplo, a fim de desvendar aos homens, entregues ao vício e à sordidez, o luminoso caminho da salvação.

 

Fonte: Lendas Capixabas, 1968
Autora: Maria Stella de Novaes
Compilação: Walter de Aguiar Filho, janeiro/2016

Folclore e Lendas Capixabas

Como a noite reinou sobre a Terra

Como a noite reinou sobre a Terra

A terra era um maravilhoso jardim de eterna Primavera, em que reinava a Aurora, envolvida em seu manto de gás, resplandecente à primeira luz do dia...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Juparanã – Por Maria Stella de Novaes

A Lagoa Juparanã está saturada de fantasia, criada pela imaginação do povo, e que se tem perpetuado, através das gerações

Ver Artigo
A Pedra da Ema – Por Adelpho Monjardim

Em Burarama, Município de Cachoeiro de Itapemirim, situa-se a Pedra da Ema, notável pelo fenômeno que ali se processa

Ver Artigo
As minas do Castelo- Por Adelpho Monjardim

Atribui-se aos jesuítas, ainda no Século XVII, o desbravamento do território do Município de Castelo

Ver Artigo
Chico DAnta, o Violeiro Escravo de São Benedito

O professor Elias perguntou de que família era ele. Chico respondeu: A prugunta num tá certa não. Voscimicê quer sabe de que família nóis era escravo, né?

Ver Artigo
Lendas, folclore, crendices de tropeiros – Por Ormando Moraes

Os tropeiros divulgavam também o caso da figueira mal assombrada da Fazenda do Bandeira, perto de Calçado, onde se ouviam gemidos e gargalhadas à noite

Ver Artigo