Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Rio Reis Magos, opção de abastecimento

Rio Reis Magos - Foto: Celina Busato

Com a escassez das águas das bacias dos rios Santa Maria e Jucu, que abastecem a região da Grande Vitória, a Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan) já vê possibilidades concretas de utilizar, a partir de 2012, os recursos hídricos da bacia do rio Reis Magos ou Fundão para o consumo humano e industrial.

Para o professor pesquisador do Programa de Pós-graduação em Engenharia Ambiental da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), engenheiro Antonio Sérgio Ferreira Mendonça, o crescimento da população da Grande Vitória reforça essa necessidade, tendo em vista que o Rio Doce, que possui maior vazão, se encontra mais distante do que os rios Jacaraípe, Reis Magos e Piraqueaçu.

Ele reforça que as bacias que formam a recém-denominada Unidade Hidrográfica Litorânea Central precisam ser trabalhadas com ações concretas, principalmente sob o ponto de vista de investimentos, para que possam servir de opção.

“Deve-se, dessa forma, reverter a degradação desses mananciais, que sofrem principalmente como desmatamento de suas bacias e com o lançamento de esgoto sanitário, para que eles tenham essa finalidade no futuro”, defendeu.

De acordo com o gerente do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema) Fábio Ahnert, uma eventual pressão de uso da água em cima dos Reis Magos vai desdobrar nos rios vizinhos – Piraqueaçu e o Riacho – o que reforça a necessidade de um planejamento conjunto.

“Os empreendimentos industriais podem passar a enxergar também o rio Piraqueaçu como uma alternativa aos Reis Magos. Ou seja, uma região, como se fosse um organismo vivo, quando mexe na sua parte acaba causando influência nos vizinhos”, avaliou.

O Reis Magos corta todo o município de Fundão, que recebeu esse nome em referência à profundidade do rio. Em alguns locais.

Porém, devido ao assoreamento, o rio não é mais navegável para barcos de calado superior a dois metros, pois o seu fundo é lamacento em algumas regiões e pedregoso em outras.

Suas águas são escuras e ele apresenta uma variedade de peixes e crustáceos no manguezal formado próximo à sua foz.

Informações Gerais

Rio Fundão ou Reis Magos

• Área – 666,87 Km² (21,39% da Unidade Litorânea Central)

• Principais afluentes – Rios Fundão e Itaquandiba. Destacam-se ainda as lagoas Juara e Jacuném, ambas contribuintes do rio Jacaraípe

• Gerenciamento – Rio de domínio estadual

• Extensão – Cerca de 83,68 Km

• Nascente – Está localizada na região montanhosa de Santa Teresa

• Foz – Limite dos municípios da Serra e Fundão

Municípios cobertos pela bacia

• Fundão: 254,98 Km² (38,23%)

• Ibiraçu: 73,16 Km² (10,97%)

• Santa Leopoldina: 90,99 Km² (13,64%)

• Santa Teresa: 172,74 Km² (25,90%)

• Serra: 75,01 Km² (11,25%)

• Principais atividades econômicas – Industrial e agropecuária, destacando nesta as culturas de café, arroz e feijão.

• Principais problemas – Desmatamento, assoreamento, ocupação do solo de forma desordenada, disposição inadequada de resíduos sólidos e lançamento de efluentes domésticos e industriais

• Cobertura florestal – 278,67 Km²

• Unidades de Conservação – APA de Goiapaba-Açu e Reserva Biológica Augusto Ruschi

Fonte: Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura da Serra.

Algumas ações na Bahia

Iema – Mobiliza as comunidades para a formação de comitês, tem equipe de técnicos especializados na área de licenciamento ambiental, fiscaliza as empresas potencialmente poluidoras e mitiga os impactos ambientais ocasionados de acidentes com veículos que transitam com cargas poluentes na BR- 101, que corta as bacias hidrográficas, entre outros.

• Associação Barrense de Canoagem (ABC) – Fundada em 1992, realiza trabalho de mobilização na sociedade em defesa dos recursos hídricos, por meio de descidas ecológicas.

• Associação Capixaba de Proteção ao Meio Ambiente (Acapema) – Faz a vigilância e acompanhamento das Unidades de Conservação (UC’s).

• Associação Garra Ambiental da Serra (AGAS) – Está envolvida em várias atividades de preservação ambiental, como descidas ecológicas, mapeamento das redes de esgoto, entre outras ações.

• Associação Amigos do Piraqueaçu – Formado por 50 voluntários, trabalha para tirar do papel a UC do Piraqueaçu.

• ONG Bombeiros Voluntários – Realiza o plantio de mudas da Mata Atlântica em hortos florestais de Fundão e Ibiraçu.

• ONG Amigos do Goiapabaçu – Desenvolve atividades de preservação ambiental na UC  do Morro do Goiapabaçu.

• ONG Com Manguinhos – Faz trabalho de conservação e recuperação de ecossistemas costeiros do balneário de Manguinhos e o seu entorno, com o plantio demudas nativas, além de trabalhos de conscientização ambiental junto a escolas e comunidades.

• Instituto Goiamum – Tem sua atuação principal na área sócio-ambiental do município da Serra e nas discussões do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Jacaraípe.

Fonte: Pesquisa A Tribuna

 

Fonte: A Tribuna, Suplemento Especial Navegando os Rios Capixabas – Rios Riacho, Rio Piraqueaçu, Rio Reis Magos, Rio Jacaraípe - 12/08/2007
Expediente: Joel Soprani
Subeditor: Gleberson Nascimento
Colaborador de texto: Anderson Cacilhas
Diagramação: Carlos Marciel Pinheiro
Edição de fotografia: Lucia Zumash
Compilação: Walter de Aguiar Filho, setembro/2016

Rios do ES

Rio Itabapoana integra três estados

Rio Itabapoana integra três estados

A Bacia do Itabapoana passa por 18 municípios, sendo 9 capixabas, 5 fluminenses e outros 4 mineiros, antes de desaguar no Oceano Atlântico 

Pesquisa

Facebook

Matérias Relacionadas

Quatro rios - Riacho, Piraqueaçu, Reis Magos e Jacaraípe

Riacho, Piraqueaçu, Reis Magos e Jacaraípe passam a integrar a Unidade Hidrográfica Litorânea Central do Estado

Ver Artigo
Berçário para as tartarugas marinhas – Rio Riacho

Região da bacia hidrográfica do rio Riacho é uma das áreas preferidas para a desova dos animais, que estão ameaçados de extinção

Ver Artigo
Predomínio de eucalipto e indústrias – Quatro Rios

Na região que envolve os rios Riacho, Piraqueaçu, Reis Magos e Jacaraípe, a cultura do eucalipto se sobressai. Há também pólos industriais

Ver Artigo
Um manguezal diferente – Rio Piraqueaçu

O estuário do rio Piraqueaçu, localizado numa fenda geológica, é rodeado de morros e atrai riqueza animal inigualável

Ver Artigo
Rio Piraqueaçu tem estudo inédito

Uma pesquisa, que inclui o Jacaraípe, vai mostrar como é a relação de interferência entre o rio e o mar

Ver Artigo
Cesan participa ativamente - Santa Teresa, Fundão e Serra

A companhia investe em tratamento de esgoto em Santa Teresa, Fundão e Serra

Ver Artigo
Santa Cruz, a vila dos imigrantes

A vila de Santa Cruz, em Aracruz, foi o primeiro ponto no litoral a receber italianos que chegaram ao País em busca de dias melhores

Ver Artigo