Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Proclamação da Independência do Brasil na vila de São Mateus,1823

São Mateus - Desfile de 07 de setembro de 19??

Proclamação da Independência do Brasil na vila de São Mateus, hoje cidade, e depois de ali ter havido conflitos promovidos por aqueles que eram contrários à Independência.

Ilustríssimo e excelentíssimo senhor. — A Junta Provisória de governo da província do Espírito Santo, tem a honra de participar a Vossa Excelência para ser presente a Sua Majestade Imperial, que no dia vinte e dois do mês passado se celebrou na vila de São Mateus a aclamação do mesmo Imperial Senhor, tendo ali entrado a nossa tropa em muita boa ordem, e recebida com muitas vivas de todo o povo, que também com o melhor bom grado se aderiram a pertencer aquela vila a esta província na forma de seu estabelecimento o que será exatamente presente a Vossa Excelência logo que o comandante daquela expedição dê circunstanciadamente relação dela. — Deus guarde a Vossa Excelência muitos anos. — Vila da Vitória três de fevereiro de mil oitocentos e vinte três. — Ilustríssimo e excelentíssimo senhor João Vieira de Carvalho. — José Nunes da Silva Pires. Luís da Silva Alves de Azambuja Suzano. José Ribeiro Pinto. Sebastião Vieira Machado. José Francisco de Andrade e Almeida Monjardim.

* * *

Transcrito do Livro 1º de avisos e ofícios da e com a Junta Provisória concernentes aos anos 1822 a 1827.

* * *

A vila de São Mateus, como fiz ver na nota à proclamação feita da Independência da vila de Caravelas, custou a decidir-se a fazer a proclamação, em consequência de parte da população baiana e portuguesa guerrearem o governo e quererem pertencer à Bahia, desmembrando assim aquela o território da província do Espírito Santo, compreendido no foral dado em 1533 a Vasco Fernandes Coutinho, seu donatário. A celebridade maior era — que enquanto Caravelas, além do Mucuri que é divisa e fronteira com a província, hoje Estado da Bahia, e aquela vila de Caravelas a ela pertencente, da antiga donataria de Porto Seguro, queria pertencer ao Espírito Santo, São Mateus, aquém do Mucuri e sempre pertencente ao Espírito Santo, queria pertencer à Bahia. Os conflitos, as mortes e ferimentos e a não anuência de Caravelas à revolta e a ida de duas partidas de tropas para São Mateus fez arrefecer os ânimos para aclamarem afinal a Independência do Brasil, a única localidade, nesta então província, que tanto se demorou a fazê-lo.

 

Oferecido pelo sócio Basílio Carvalho Daemon.

 

Nota: 1ª edição do livro foi publicada em 1879
Fonte: Província do Espírito Santo - 2ª edição, SECULT/2010
Autor: Basílio Carvalho Daemon
Compilação: Walter de Aguiar Filho, setembro/2018

História do ES

A oligarquia dos Monteiro

A oligarquia dos Monteiro

As principais decisões políticas tomadas a partir do final da primeira década do século XX no Estado do Espírito passavam necessariamente pelo crivo dos Monteiro. Havia um inconteste predomínio dessa oligarquia familiar cujos protagonistas principais eram os irmãos Jerônimo de Souza Monteiro e Bernardino de Souza Monteiro.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O Espírito Santo na 1ª História do Brasil

Pero de Magalhães de Gândavo, autor da 1ª História do Brasil, em português, impressa em Lisboa, no ano de 1576

Ver Artigo
Marcelino Champagnat

Marcellin Champagnat, aportuguesado para Marcelino Champagnat nasce a 20 de maio de 1789, em Marlhes, aldeia de montanha no Centro-Leste da França, no início da Revolução Francesa

Ver Artigo
A PMES na Guerra do Paraguai: há 150 anos – Gelson Loiola

O enviar do efetivo da companhia de Polícia para a guerra, foi autorizada pela Assembleia Legislativa Provincial  mediante a aprovação e sanção da Lei nº 3, de 4 de maio de 1868

Ver Artigo
A Viagem do Imperador Pedro II à Província do Espírito Santo

Aos 35 anos de idade, estava ele no auge da vitalidade, naquele verão de 1859/1860

Ver Artigo
As expedições e as suas conclusões - Por Estilaque Ferreira dos Santos

Não se pode deduzir que antes desta doação a capitania já teria sido “descoberta” e explorada pelos navegantes portugueses

Ver Artigo