Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A Era Vargas no ES - O Estado Novo

A Era Vargas no ES - O Estado Novo

Bley é novamente nomeado interventor federal em 25 de novembro de 1937. O Estado Novo manteve o mesmo interventor. Um pequeno acréscimo nos versos de famosa marchinha de carnaval talvez sintetize bem o desfecho político do início do Estado Novo no Espírito Santo: “Mulata, mulatinha meu amor, fui (outra vez) nomeado seu tenente-interventor”.

Em Linhares - D. Pedro II

Em Linhares - D. Pedro II

À noite, S. M. recolheu-se cedo, pois madrugadinha do dia seguinte, segunda-feira, ele despediu-se de Linhares, descendo o rio Doce de canoa até a barra onde passou para o Apa, rumando direito à Vitória, lá chegando ao entardecer do mesmo dia Transcrevo a parte do diário referente a esse percurso: Por Levy da Rocha

Cartografia de Vitória e ES

Cartografia de Vitória e ES

Ora, o nosso Espírito Santo serviu de território tampão durante muito tempo para as Minas Gerais fossem resguardadas de outros olhos ambiciosos. Para que, então, confeccionar cartas ou mapas ex-Capitania se elas serviam à nobre missão de resguardar os tesouros das Minas Gerais?

O Teatro capixaba de antanho

O Teatro capixaba de antanho

Recordemos, por último, que somente em maio de 1896 era inaugurado, em Vitória, o “Teatro Melpomene”, belo e amplo edifício de madeira, com capacidade para 1.200 expectadores. Não seria o 1º da Província, pois em 1875 se inaugurava, na cidade de São Mateus, um teatro que, infelizmente, teve curta existência.

Povoamento do ES

Povoamento do ES

No período colonial o povoamento do Espírito Santo ficou limitado ao litoral. Os lugares mais afastados do mar eram São Mateus e Linhares. No século XIX, o interior do ES ainda era coberto de matas virgens. No rio Doce foram instalados quartéis militares para a defesa dos colonos

D. Pedro II em Linhares

D. Pedro II em Linhares

Laurita Calmon Dessaune decidiu contar o que conhece da visita de D.Pedro II à Linhares. Afirma que desde criança, ouvia de pessoas criteriosas que existia uma grande amizade entre o comendador Rafael Pereira de Carvalho, meu bisavô, e D. Pedro II

Viagem de D.Pedro II por Linhares – Lagoa Juparanã e ilha do Almoço

Viagem de D.Pedro II por Linhares – Lagoa Juparanã e ilha do Almoço

No grande rancho de Rafael Pereira de Carvalho foi preparada uma farta mesa.Após o almoço, desejando perpetuar a memória do acontecimento, alguém lembrou de enterrar uma garrafa de champanha esvaziada nos brindes, fornecendo o imperador uma cédula da sua algibeira para ser colocada dentro da garrafa junto a outras pequenas lembranças. 

Do pouso do Riacho a Linhares

Do pouso do Riacho a Linhares

Se S. M.tivesse partido com a luz do dia, teria visto, à direita, o desaguadouro do rio dos Comboios, que é muito tortuoso e estreito, custando muito a navegá-lo com canoa grande como a que foi até o Quartel do Aguiar na Lagoa Juparanã em Linhares

Princesa saqueava navios

Princesa saqueava navios

Um fato curioso foi marcante ma história do norte do Espírito Santo, em São Mateus e Itaúnas. No final do século dezessete e início do século dezoito, viveu na região a princesa angolana Zacimba Gaba, da nação de Cabinda, que foi capturada e trazida para o Brasil como escrava.

Reis Magos ou Nova Almeida

Reis Magos ou Nova Almeida

Nos princípios do século XVII surgiu no ES uma nova aldeia, que passou a chamar-se Reis Magos, atual Nova Almeida, na Serra