Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O auto de frei Pedro Palácios

Com o intuito de revigorar a memória do povo de Vila Velha, vem sendo encenado, anualmente, “O auto de frei Pedro Palácios”, com bonitas apresentações.

A cada ano a expectativa popular vem aumentando e tudo faz crer que ele já é parte indispensável da festa da Penha. Basta ver a imensa arquibancada montada no largo do portão de subida dos fiéis, que já não está comportando o número sempre crescente de espectadores.

Nas últimas apresentações, muitos puderam testemunhar a emoção dos presentes e, ao final, os mais sinceros elogios na unanimidade dos comentários. É de se esperar que autoridades e empresários tomem essa importante encenação como mais um momento de celebração da maior festa capixaba, porque ela nos mostra fatos importantes da empolgante e penosa história vivida ali mesmo, naquele recanto da Prainha.

Fonte: Vila Velha – Onde começou o Estado do Espírito Santo, 1999
Autor: Jair Santos

LINKS RELACIONADOS: 
 
>> Vegetação do Convento
>>
 
Convento da Penha: a última visão
>>
  Santificado seja o Vosso Nome 
>> Convento da Penha em 1928
>> O Convento, no Alto da Penha
>> Festa da Penha 
>> História da Festa da Penha
>> O Místico e o Convento da Penha 
>> Convento da Penha: a última visão
>> Oratório à Nossa Senhora da Penha 
>> Carta de doação do Convento da Penha 
>> Portal do Convento  
>> As Ruínas do Convento



GALERIA:

📷
📷


Convento da Penha

As Festividades da Penha – Por Heribaldo Lopes Balestero

As Festividades da Penha – Por Heribaldo Lopes Balestero

Gottfrio Alberto Anders prestou homenagem à memória de Frei Pedro Palácios, inaugurando-lhe a estátua na praça fronteira ao pórtico, na Prainha

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Os Ataques dos Franceses, Ingleses e Holandeses

O corsário, como todos os outros que ousaram transpor a barra sobre a qual se estende a sombra do Convento da Penha, não foi feliz

Ver Artigo
Pedro Palácios – Por Norbertino Bahiense

Em 1864, Frei Teotônio de Santa Humiliana, o último guardião do Convento, mandou colocar na gruta a seguinte lápide

Ver Artigo
Da Carta de Anchieta de 1584 – Por Norbertino Bahiense

As CARTAS JESUÍTICAS constituem fontes preciosas da história do Brasil nascente. Entre elas, vamos buscar uma de Anchieta, do ano de 1584

Ver Artigo
Escritura do Convento da Penha - Por Norbertino Bahiense

Carta de doação da Governadora Luisa Grinalda e seu adjunto o Capitão Miguel de Azeredo, desta Capitania do Espírito Santo, em 1591

Ver Artigo
Pedro Palácios, o São Francisco de Assis do Brasil

Fundador do santuário de Nossa Senhora da Penha, seu nome recorda as doces figuras dos ermitões de outrora

Ver Artigo