Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Lendas e milagres do Convento da Penha

Lendas e milagres do Convento da Penha

Não são poucas as estórias relacionadas ao Convento da Penha. Confira aqui mais!

A lenda de Frei Pedro e Nossa Senhora

A lenda de Frei Pedro e Nossa Senhora

A maneira como Nossa Senhora passou a ser a padroeira do Espírito Santo, venerada como Nossa Senhora da Penha, é contada numa comovente lenda conhecida por todos os vila-velhenses.

Origem de relíquia desafia os especialistas

Origem de relíquia desafia os especialistas

Num penhasco com vista e natureza privilegiada está localizado o Santuário de Nossa Senhora da Penha, fundado por Frei Pedro Palácios que aqui chegou em 1558, trazendo consigo o Painel de Nossa Senhora das Alegrias cuja a autoria ainda não foi desvendada. No entanto, a filiação do quadro à escola de pintura de Castela é uma chave para se interpretar alguns elementos da sua composição.

Obras de arte em solo sagrado

Obras de arte em solo sagrado

Cultura e Religião uma combinação perfeita! 

O auto de frei Pedro Palácios

O auto de frei Pedro Palácios

Com o intuito de revigorar a memória do povo de Vila Velha, vem sendo encenado, anualmente, “O auto de frei Pedro Palácios”, com bonitas apresentações...

As Ruínas do Convento

As Ruínas do Convento

Subindo os degraus do convento, logo após o patamar do Museu e da Sala dos Milagres, um portão no muro mostra uma surpreendente paisagem: Vila Velha na altura da Praia da Costa, a vegetação atlântica, a subida da ponte que liga o município a Vitória e logo ali, aos pés do visitante, uma área gramada com ruínas.

Convento da Penha em 1928

Convento da Penha em 1928

Recebemos foto inédita do Convento da Penha no ano de 1928, enviada por Luciano Lopes e com edição de imagens de Edson Quintaes.

O Místico e o Convento da Penha

O Místico e o Convento da Penha

O primeiro donatário ainda era vivo. Velho, doente e cansado, sobre ele desabavam as mais difíceis atribulações de sua vida. Exatamente nessa época, no ano de 1558, desembarca na Prainha de Vila Velha o franciscano irmão leigo frei Pedro Palácios.