Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Vasco Fernandes Coutinho

Crise – Armando os engenhos

Crise – Armando os engenhos

Basta dizer que, em 1552, a capitania não rendia o suficiente para pagar ao padre Gomes Ribeiro

Ainda a carta de delação de Duarte de Lemos

Ainda a carta de delação de Duarte de Lemos

Vem, a seguir, a delação da fuga de Coutinho para a França, que calamos por inconseqüente

Vasco Coutinho à testa do governo – Auxílio a Pero de Góis

Vasco Coutinho à testa do governo – Auxílio a Pero de Góis

Pero de Góis estivera no Espírito Santo e daqui levara para S. Tomé um mestre de açúcar

Regresso do donatário Vasco Fernandes Coutinho

Regresso do donatário Vasco Fernandes Coutinho

Talvez o regresso se tivesse verificado em 1547, na frota mencionada na carta de Fernando Álvares de Andrade, ou pouco depois

Produção de açúcar na era Vasco

Produção de açúcar na era Vasco

Primeiro carregamento – Minucioso relatório a carta de Ambrósio de Meira. Tudo quanto dizia respeito ao interesse da Fazenda Real registrou cuidadosamente

Empresa difícil, homens de fibra

Empresa difícil, homens de fibra

Vasco Coutinho em busca de recursos. Em Lisboa ficou hospedado em uma casa na Rua do Barão de  Alvito (1540)

D. Jorge de Menezes à frente da capitania

D. Jorge de Menezes à frente da capitania

Rocha Pombo resumiu o homem nestas palavras: “Valente, é exato, mas cheio de paixões incompatíveis com a compostura de uma autoridade

Delação de Duarte de Lemos e outras cartas

Delação de Duarte de Lemos e outras cartas

Carta de DUARTE DE LEMOS escrita de Porto-Seguro a D. João III, em 14/07/1550. “Senhor, V. A. saberá como Vasco Fernandes Coutinho...”

Comércio direto com Portugal

Comércio direto com Portugal

Já nos referimos ao primeiro carregamento de açúcar despachado para a metrópole, no barco de Brás Teles, em 1545

O donatário visto pelo governador Duarte da Costa

O donatário visto pelo governador Duarte da Costa

“Velho pobre e cançado”, foi como Duarte da Costa definiu Coutinho à sua passagem pela Bahia