Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Tesouro de Caçaroca – Por Maria Stella de Novaes

Rio Marinho no seu encontro com a Baía de Vitória

Caçaroca é uma localidade, no município de Cariacica, à margem do Rio Marinho, nos limites com o município de Vila Velha (Espírito Santo).

Conta-se que, em tempos remotos, uma galera, batida pelo vendaval, perdera a rota e penetrara, baía a dentro, nesta região que deveria, depois, denominar-se Capitania, Província e, agora, Estado do Espírito Santo. Orientara-se para a foz do Marinho, onde entrou e foi subindo... subindo, até que, no lugar chamado, posteriormente, Caçaroca, submergiu toda a imensa riqueza, - um tesouro, em pedrarias e metais. Avultava, certamente, o ouro, guardado, às ocultas, nos porões.

Seus marinheiros haviam enfrentado a fúria dos elementos; as flechadas e a cantoria das selvagens, causadores, talvez, da tragédia do naufrágio.

Atraídas pela idéia de encontrar-se ainda o tesouro fabuloso, algumas pessoas, dispostas ao enterro da verdadeira fortuna, aventuraram-se a escavações, em busca de imaginária recompensa. Registrava-se, porém, mais uma história de ouro e dinheiro enterrados. E esse, - o de Caçaroca, jazia na densa lama do Rio Marinho! Seria, portanto, mais difícil de ser descoberto. Contudo, abastado negociante, proprietário de um trapiche, em Vitória, resolveu desvendar o mistério. Empreendeu os necessários trabalhos de olhos fechados, ao Rio de sua fortuna, a convergir para a corrente do Marinho...

E a galera continua perdida, no valioso acervo das lendas capixabas.

Pensamos: - Não haverá relação entre a galera do Rio Marinho e a derrota dos holandeses, que, batidos em Vitória, tentaram subir o mesmo rio e foram, mais uma vez, dominados pelos capixabas?

 

Fonte: Lendas Capixabas, 1968
Autora: Maria Stella de Novaes
Compilação: Walter de Aguiar Filho, setembro/2015

Folclore e Lendas Capixabas

A Baixa Grande - Por Adelpho Monjardim

A Baixa Grande - Por Adelpho Monjardim

As baixas Grande, Pequena e Cavalo, formam um triângulo irregular, com o vértice virado para terra e não muito afastado da Ponta de Santa Luzia

Pesquisa

Facebook

Matérias Relacionadas

O Enfermeiro das contas brancas - Por Maria Stella de Novaes

Era assim chamado um irmão leigo franciscano, que viveu alguns anos, em Vitória, e passou, depois, a residir na Ermida das Palmeiras, onde preparou a construção do Convento

Ver Artigo
A Fonte da Capixaba – Por Maria Stella de Novaes

No trabalho intenso de defesa da Ilha, certo dia, o guerreiro procurou dessedentar-se, na fonte misteriosamente originada

Ver Artigo
O Poço de Anchieta – Por Maria Stella de Novaes

Sofria a população de Iriritiba, ou Reritiba, e suas vizinhanças as conseqüências de forte e prolongada estiagem

Ver Artigo
A Pedra do Diabo – Por Maria Stella de Novaes

Na Pedra do Diabo, existem sinais, — relevos e incisuras, semelhantes a marcas de pés e cruzes

Ver Artigo
O Penedo – Por Maria Stella de Novaes

Conta-nos uma lenda que o Penedo é mágico, por isso, na passagem de um navio pela sua frente, os viajantes devem atirar-lhe moedas

Ver Artigo
A Cruz de Muribeca - Por Maria Stella de Novaes

Lembra-nos o lugar chamado Muribeca, no Município de Itapemirim, um dos mais antigos redutos, ou fazendas, fundados pelos jesuítas, no Espírito Santo

Ver Artigo
A Árvore Negra do Queimado – Por Maria Stella de Novaes

A Insurreição do Queimado representa, de certo, no Espírito Santo, a passagem mais dolorosa do século XIX

Ver Artigo
O Fantasma da Penha - Por Maria Stella de Novaes

No caminho da Penha, (hoje Ladeira do Convento), ainda sem a calçada de lajes e divisão, nos Sete Passos murados, havia uma pavorosa assombração! 

Ver Artigo
A morte do Asceta - Por Maria Stella de Novaes

E, lá, na ermida em que se deu o desenlace, ajoelhado ainda e mãos postas no altar, Frei Palácios parece, enlevado, a rezar!

Ver Artigo
Capixaba - Por Maria Stella de Novaes

Uma lenda relacionada com a chegada rumorosa dos lusitanos à Capitania do Espírito Santo conta-nos que, entre os ádvenas, havia um jovem de cabelos dourados

Ver Artigo